Consulta Alunos  

Imprimir

CERIMÓNIA DE ENTREGA DE DIPLOMAS DE EXCELÊNCIA E MÉRITO NA EB23 MACEDA

Escrito por Webmaster. Publicado em EB 2,3 de Maceda

No dia 14 de novembro, pelas 18h30, decorreu a cerimónia de entrega dos Diplomas de Excelência, Mérito, Valor e Desporto Escolar aos alunos que se evidenciaram no ano letivo de 2017/18. O evento contou com a presença da Diretora do Agrupamento, professora Estela Tomé, e restantes membros da Direção, do Presidente do Conselho Geral, professor Rogério Pinto , do Presidente da Junta de Freguesia de Maceda,  Miguel Silva, dos Coordenadores de Estabelecimento das Escolas Básicas Florbela Espanca, de Maceda, do Outeiral e da Estrada, de vários professores titulares de turma e diretores de turma, de membros das associações de pais, além dos encarregados de educação e familiares dos alunos premiados.

Para apoiar a logística da cerimónia, contou-se com a prestimosa colaboração de alunos do Curso de Turismo, supervisionados pela professora Helena Silva. No início do evento, assistiu-se a uma pequena atividade de declamação, preparada pela equipa da Biblioteca Escolar, terminando a cerimónia com um momento musical apresentado por alguns dos alunos premiados, sob a orientação da professora Brites Marques. A apresentação ficou a cargo de duas alunas do 9ºano, Maria João e Catarina. Parabéns a todos os alunos premiados, aos respetivos encarregados de educação e a todos os que contribuíram para que a cerimónia fosse um momento de celebração e reconhecimento do empenho e do trabalho desenvolvido por estes alunos!

Imprimir

Somos Eco-Escola

Escrito por Webmaster. Publicado em EB 2,3 de Maceda

O Eco-Escolas é um programa escolar nacional que incentiva as escolas, nomeadamente, os alunos a tornarem-se cidadãos responsáveis e “ecológicos”, ou seja, a contribuir para o “bem-estar do ambiente”, adotando a política dos 3Rs- Reduzir, Reutilizar e Reciclar- e tornando, assim, a escola num espaço mais limpo e mais agradável. Todos os anos há o encontro nacional das Eco-Escolas para que cada uma destas receba a sua Bandeira Verde e o Galardão refente ao ano letivo anterior. No dia 18 de outubro, lá fomos nós, com outros alunos e professores do concelho, num autocarro fretado pela Câmara Municipal de Ovar, até ao Pavilhão Multiusos de Guimarâes. Vimos a eco-mostra, com projetos desenvolvidos por alunos e professores; a exposição dos Eco-Códigos e de outros trabalhos enviados a concurso pelas escolas- o trabalho da nossa escola, “O mar em tecido”, estava exposto logo à entrada! No final da entrega das bandeiras, momento de grande orgulho, assistimos à atuação da banda musical “Azeitonas”, que animou a plateia. No final, ainda nos ofereceram um saco com o lanche!

Pertencer a uma Eco-Escola é ter a oportunidade de melhorar, por pouco que seja, o estado caótico em que se encontra o nosso planeta! 

Alunos do Clube Eco-Escolas 2018/ 2019

Imprimir

Protege o Ambiente

Escrito por Webmaster. Publicado em EB 2,3 de Maceda

No âmbito do Programa Eco-Escolas, a EB de Maceda associou-se à Greve Climática Geral, deixando o seu apelo à comunidade! Assim, foi colocado um cartaz no gradeamento frontal da escola, os alunos do 8ºH prepararam, em casa, uma caixa para sugestões, e fizeram pequenos cartazes alusivos à problemática do ambiente. Simbolicamente, foi feito um SOS humano no recinto escolar, no intervalo das 13:30h.

#ecoescolasfazpeloclima
#globalactiondays
#ecoschools
#fridaysforfuture

Imprimir

Ambiente e Eco-Escolas, da escola à praia de S. Pedro

Escrito por Webmaster. Publicado em EB 2,3 de Maceda

Ao Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, a EB Maceda associou o Dia Eco-Escolas, o qual foi intensamente vivido, quer na escola, quer na Praia de S. Pedro de Maceda. Durante a manhã, os elementos da comunidade escolar tiveram oportunidade de “assinar pelo ambiente”, assumindo um compromisso de proteção e preservação do planeta. Os alunos do Eco-Escolas, inspirando-se na ação mundial “Sing for the planet”, entoaram brilhantemente a referida canção na biblioteca escolar, no átrio da escola e na sala de professores. Já de tarde, e dado que a Junta de Freguesia de Maceda é um dos parceiros deste programa de âmbito nacional, os alunos foram transportados na viatura da instituição até à Praia de S. Pedro. Partilharam o almoço no espaço das merendas e organizaram-se em dois grupos para proceder à limpeza do areal. Foi-lhes fornecido, por um elemento da Junta de Freguesia, o material necessário à ação de limpeza e, devidamente acompanhados por três professores, os alunos desceram ao areal à cata do lixo por ali espalhado. Encontraram variados materiais e objetos como garrafas de vidro e/ou plástico, placas de esferovite, pontas de cigarro, plásticos de muitos feitios e tamanhos, vestígios de redes e fios de pesca, fraldas descartáveis, embalagens de iogurtes, entre outros, que prontamente colocaram nos sacos. Foi uma experiência incipiente que permitiu aos participantes perceber o grau de irresponsabilidade e de ingratidão do ser (des)humano perante a Terra, que o abriga e tudo lhe oferece! Uma tarde “de escola” diferente, à qual o próprio S. Pedro se rendeu!

VIDEO 1      VIDEO 2

Os coordenadores do Programa Eco-Escolas

Imprimir

Em Maceda «mandou-se a Ciência às urtigas»…num encontro entre Escola, Família e Comunidade

Escrito por Webmaster. Publicado em EB 2,3 de Maceda

No dia 24 de maio a Escola Básica de Maceda abriu as portas à comunidade para a apresentação do projeto «Mandar a ciência às urtigas» da responsabilidade da sua coordenadora, Professora Fátima Lopes. Este evento foi o culminar de um conjunto de atividades práticas, laboratoriais e experimentais integradas na disciplina de Ciências Naturais e desenvolvidas no projeto apresentado ao concurso «Ciência na Escola» patrocinado pela Fundação Ilídio Pinho. Os alunos foram convidados a apresentarem comunicações relativas às suas pesquisas e reflexões sobre a importância dos recursos biológicos na saúde humana e do impacto da sua exploração, no meio ambiente. Tendo por base a ideia de que o conhecimento científico e a tecnologia estão ao serviço do desenvolvimento e de Portugal, pretendeu-se contribuir para a mitigação dos problemas associados à destruição flora autóctone como é o caso da Urtica sp., género constituído por espécies espontâneas comestíveis mas também com aplicações em tratamentos fitossanitários. Assim, e globalmente, é de enaltecer a colaboração neste projeto, dos alunos das turmas 6ºH, 7ºG, 7ºH, 7ºI, 8ºH, 9ºG, 9ºH e 9ºI.