Consulta Alunos  

Imprimir

Em Maceda deu-se voz às plantas…

Escrito por Webmaster. Publicado em Agrupamento

No dia 10 de maio a Escola Básica de Maceda abriu as portas à comunidade para a apresentação do projeto «A Saúde na Natureza – Mudar para melhorar» da responsabilidade da sua coordenadora, Professora Fátima Lopes. Este evento foi o culminar de um conjunto de atividades práticas, laboratoriais e experimentais integradas na disciplina de Ciências Naturais e desenvolvidas no projeto apresentado ao concurso «Ciência na Escola» patrocinado pela Fundação Ilídio Pinho. Os alunos foram convidados a apresentarem comunicações relativas às suas pesquisas e reflexões sobre a importância dos recursos biológicos na saúde humana e do impacto da sua exploração, no meio ambiente. Tendo por base a ideia de que o conhecimento científico e a tecnologia desenvolvida estão ao serviço do desenvolvimento e da humanização, pretendeu-se contribuir para a mitigação dos problemas associados à alimentação na sociedade atual, ao reconhecer o contributo de espécies espontâneas comestíveis como fontes importantes de nutrientes fundamentais ao bom funcionamento do organismo. Também não foram esquecidos os cuidados a ter e procedimentos seguir na sua preparação e utilização. Um grupo de alunos do 8ºano estudou, explorou e apresentou, as potencialidades de utilização de uma espécie espontânea por todos conhecida – a urtiga (Urtica dioica), e descobriram a sua capacidade para substituir o coalho na produção de queijo a partir do leite de vaca e divulgaram de forma exemplar, as suas conclusões. Assim, e globalmente, é de enaltecer a colaboração neste projeto, dos alunos das turmas 6ºH, 7ºH, 8ºG, 8ºH, 9ºG e 9ºI.

Imprimir

Prova Regional de Desportos Gímnicos

Escrito por Webmaster. Publicado em Agrupamento

As alunas Beatriz Sá (12ºB) e Leonor Malheiro (12ºA) estiveram no dia 5 de maio na prova Regional de Desportos Gímnicos, em Coimbra, a representar o CLDE de Aveiro, na modalidade de Ginástica Acrobática - pares femininos. Além destas alunas esteve também o aluno Adão Pinto (9ºA) a participar na qualidade de juiz. É a primeira vez que uma equipa do nosso agrupamento participa nesta modalidade. Inicialmente as alunas sagraram-se campeãs distritais e, entre 11 equipas participantes, conseguiram na prova regional um 6º lugar. A Beatriz, a Leonor e o Adão estiveram sempre muito empenhados e representaram muito bem o agrupamento e o CLDE de Aveiro. 

Parabéns Beatriz, Leonor e Adão.

Imprimir

Projeto “À Descoberta do Parque Ambiental do Buçaquinho com o Robot EcoTIC” – O Jardim das Plantas Aromáticas e as Espécies Autóctones

Escrito por Webmaster. Publicado em Agrupamento

A visita de estudo não poderia ficar completa sem a descoberta da flora existente no parque. Tendo em vista este objetivo, o segundo grupo de alunos seguiu em direção ao jardim das plantas aromáticas, onde tiveram oportunidade de sentir os diferentes aromas libertados pelo rosmaninho, pelo alecrim e pelo caril. Pelo caminho, os alunos aprenderam a identificar algumas espécies autóctones do parque, nomeadamente os carvalhos e os pinheiros. A certa altura, os alunos pararam junto a um pinheiro-manso, tendo observado minuciosamente as suas pinhas e pinhões, com a ajuda de lupas fornecidas pelas monitoras. Seguidamente, os alunos participaram num workshop, onde aprenderam a fazer uma bomba de sementes, uma bola de argila recheada com sementes de trevo e luzerna.

Imprimir

Projeto “À Descoberta do Parque Ambiental do Buçaquinho com o Robot EcoTIC” – Observação da fauna no seu habitat natural e construção de um forno solar

Escrito por Webmaster. Publicado em Agrupamento

Durante a visita de estudo ao Parque Ambiental do Buçaquinho, os alunos envolvidos no Projeto “À Descoberta do Parque Ambiental do Buçaquinho com o Robot EcoTIC”, patrocinado pelo Prémio Fundação Ilídio Pinho – Ciência na Escola, tiveram oportunidade de desenvolver atividades relacionadas com a observação da fauna existente no parque. Assim, de acordo com os temas tratados no projeto, os alunos foram divididos em dois grupos de trabalho. Inicialmente, o primeiro grupo realizou uma visita guiada, tendo como destino os observatórios, localizados junto às lagoas. Durante o percurso, os alunos, munidos de binóculos e de um guião ilustrativo das diversas espécies existentes no parque, observaram de perto as aves e os animais no seu habitat natural, tendo identificado as várias espécies de rãs, patos-reais e gansos-do-egipto.

Na segunda parte da visita, os alunos participaram num workshop dedicado ao tema da energia solar, tendo aprendido a montar um circuito constituído por um painel solar e por uma lâmpada. Apesar do tempo estar encoberto, foi possível visualizar o funcionamento do circuito, usando uma fonte de luz artificial. Seguidamente, os alunos aprenderam a construir um forno solar a partir de uma caixa de sapatos. Deste modo, os alunos conheceram uma forma alternativa de cozinhar alimentos sem a necessidade de se recorrer a tecnologias baseadas na energia elétrica.

Imprimir

Projeto “À Descoberta do Parque Ambiental do Buçaquinho com o Robot EcoTIC” – Jovens cientistas partem à descoberta do Parque do Buçaquinho

Escrito por Webmaster. Publicado em Agrupamento

No âmbito do Prémio Fundação Ilídio Pinho - Ciência na Escola, todos os professores e alunos envolvidos no Projeto “À Descoberta do Parque Ambiental do Buçaquinho com o Robot EcoTIC”, participaram numa visita de estudo ao Parque Ambiental do Buçaquinho. A visita teve lugar no passado dia 2 de maio e envolveu cerca de 40 alunos do 4º ano das escolas EB1 da Relva e EB1 de Campo Grande, enquadrados pelos respetivos professores.

A visita foi planificada em colaboração com a Divisão de Ambiente da Câmara Municipal de Ovar, permitindo que os alunos pudessem aprofundar os temas tratados no projeto. Deste modo, foram constituídos grupos de trabalho, distribuídos pelas seguintes áreas: observação da fauna e flora do parque, energias renováveis, plantas aromáticas e espécies autóctones.

Durante a visita os alunos também frequentaram workshops onde realizaram diferentes atividades práticas, sempre enquadrados e orientados por monitoras, que acompanharam os alunos nas visitas guiadas, esclarecendo todas as dúvidas que lhes foram colocadas.

De acordo com as opiniões recolhidas, os alunos gostaram imenso da visita: “Gostei da visita de estudo porque a observação da fauna foi muito divertida e a construção do forno solar surpreendeu-me”; “Durante a visita gostei de conhecer os diferentes tipos de pinheiros: pinheiro-manso e pinheiro-bravo”; “Gostei da visita porque parecíamos mesmo cientistas de verdade”.