Consulta Alunos  

  • Demo Image

    ELEIÇÕES PARA OS REPRESENTANTES DOS ALUNOS NO CONSELHO GERAL 2017-21

    ATO ELEITORAL A DECORRER NO DIA 06 DE NOVEMBRO DE 2018

  • Demo Image

    OFERTA FORMATIVA - ANO LETIVO 2018/2019

    ENSINO SECUNDÁRIO/CURSOS PROFISSIONAIS

    ABRIR DOCUMENTO
  • Demo Image

    ANO LETIVO 2018/2019

    LEVANTAMENTO DE MANUAIS ESCOLARES DA BOLSA

    LER AVISO

  • Demo Image

    MANUAIS ESCOLARES GRATUITOS

    INFORMAÇÃO PARA AS FAMÍLIAS

    VER DOCUMENTO
  • Demo Image

    AVISO - PORTAL DAS MATRÍCULAS

    Informamos que o Portal das Matrículas se encontra aberto até que o processo de matrículas e renovações de matrículas esteja concluído.

    VER AVISO
  • Demo Image

    ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DA EB23 FLORBELA ESPANCA

    INFORMAMOS QUE A PÁGINA DA ASSOCIAÇÃO DE PAIS FOI ATUALIZADA

    VISITAR PÁGINA

Imprimir

Autores à Vista - Gonçalo Cadilhe

Escrito por Webmaster. Publicado em Bibliotecas Escolares

No âmbito da iniciativa Autores à Vista, patrocinada pela Rede de Bibliotecas de Ovar, a Biblioteca Escolar Manuel Monteiro, da Escola Secundária de Esmoriz, no dia 9 de janeiro, pelas 11 horas, contou com a presença, do escritor de viagens e “homem do mundo” Gonçalo Cadilhe. Para o receber e ouvir estavam cerca de 80 alunos das turmas do 11.º ano e 12.º C, que nesta sessão se puderam encantar com a partilha de algumas das experiências de viagens do autor, assim como algumas das “dicas” que este ofereceu aos presentes que gostem de viajar.

Os incentivos para a partida à descoberta do mundo foram muitos, assumindo algumas das experiências relatadas como um precioso desafio para quem gosta (ou começou a gostar) de conhecer “novos mundos” repletos de uma multiplicidade de lugares, gentes, culturas e saberes. A relativização do mundo que nos rodeia e da vida que escolhemos para nós próprios constituiu-se como uma enorme dádiva que o Gonçalo, implicitamente, deixou aos alunos que o ouviram e questionaram, na tentativa de perceber o que é ser-se escritor de viagens. O que o move a esta jornada? Como se vive e conjugam os laços familiares com uma vida de quase permanente errância? O que segue?

As questões colocadas pelos alunos foram respondidas e muitas outras interrogações foram, pelo autor, remetidas aos presentes (a todos sem exceção, aos mais jovens e menos jovens), às quais se acresceu o desafio/conselho de partir à descoberta do mundo.

No final houve, também, lugar a uma sessão de autógrafos pelo autor.